A empresa de alimentação coletiva gaúcha Puras estima economizar neste ano R$ 505 mil em custos com correios, impressão e papel com a adoção da nota fiscal eletrônica.

Já em funcionamento nas unidades de São Paulo e Rio Grande do Sul, a NF-e deve ser implementada em toda área de atuação da empresa, que engloba 320 municípios localizados em 21 estados e no Distrito Federal.

Realizada com consultoria da porto alegrense Uni5, o projeto de nota eletrônica da Puras está adiantado em relação à exigência legal para seu setor.

“A adoção traz agilidade. Uma nota que antes poderia levar até cinco dias úteis para chegar a outro estado agora chega no mesmo instante”, explica Eblen Kalil Neto, diretor do Uni5.

A Puras serve diariamente 740 mil refeições em mil restaurantes diferentes. Em 2008, seu faturamento chegou a R$ 864 milhões, com um crescimento de 27% em relação ao ano anterior.

No final de março, todos clientes de nota fiscal eletrônica Uni5 (a empresa também atua com EDI e soluções de supply chain)  já emitiam de dois milhões de notas eletrônicas por mês.