Os sites brasileiros de e-commerce venderiam mais se aplicassem regras simples de usabilidade. A observação foi feita pela consultoria Mercedes Sanchez que acaba de lançar o estudo “Usabilidade da Página de Produto em e-commerce”.

De acordo com o levantamento, todos os pesquisados – Casas Bahia, Fnac, Saraiva, TIM, Claro, Gimba, Submarino, Vivo, Compra Fácil, Kalunga, Polishop, Wal-Mart, Extra, Netshoes e Sack – violaram princípios básicos de usabilidade, o que leva à perda de vendas.

Entre os principais problemas levantados estão a falta de informações relevantes, imagens de baixa qualidade, navegação que dificulta a compra, entre outros.
 
O estudo é focado na página de produto de cada website, ao invés da home page.

“Escolhermos a página de produto porque ela é tão importante quanto a home, hoje muitos usuários chegam às lojas virtuais por meio de buscadores e caem direto nessa página”, explica a responsável pela pesquisa, Mercedes Sanchez.

O resumo do estudo está diponível gratuitamente no link relacionado abaixo. Empresas interessadas em adquirir o relatório completo podem entrar em contato com a consultoria pelo e-mail sofiapaez@mercedessanchez.com.br.