Tamanho da fonte: -A+A

Não está nos planos da Portugal Telecom, dona de 50% da Vivo - a outra metade pertence à Telefônica - vender a sua participação na operadorar. A informação é de fontes vinculadas à companhia portuguesa e desmente, portanto, nota veiculada, na quarta-feira, 22, a investidores pela Merrill Lynch, na qual a corretora levanta a possibilidade de o grupo português vender a sua parte na Vivo para adquirir a companhia de telecomunicações Telemar. Embora a negociação não exista de fato, sua articulação não deixaria de compor uma estratégia adequada para um conglomerado de telecomunicações do porte da PT.

Como as demais concessionárias fixas, a Telemar detém uma geração de caixa consistente e promissora, além de reunir as condições imprescindíveis para crescer no contexto do mercado de telecomunicações atual, que tem a convergência como regra obrigatória. A Telemar controla a operadora móvel Oi, a central de atendimento Contax e o provedor Oi Internet. No meio das especulações, a Brasil Telecom também figura como objeto de desejo recorrente da Portugal Telecom, por motivos idênticos aos da Telemar. O que é certo, porém, segundo a mesma fonte, é a intenção de o grupo lusitano continuar atuando fortemente no mercado brasileiro de telecomunicações.