A Infraero anunciou que pretende inverter a lógica das tarifas cobradas no estacionamento do Aeroporto Salgado Filho, como forma de driblar a falta de vagas para os usuários.

Segundo a entidade, com as tarifas atuais, de R$ 5 para permanência de meia hora e R$ 15 pelo período de 24 horas, os viajantes tem preferido ir de carro ao aeroporto e deixá-lo ocupando uma vaga durante dias ao invés de tomar um táxi, o que torna escassas as duas mil vagas do complexo.

O problema da estrutura precária veio à tona em 13 de outubro, quando a EPTC passou a coibir o estacionamento em local proibido no entorno do terminal, eliminando cerca de 150 vagas que vinham sendo usadas irregularmente.

As mudanças de tarifa ainda não tem prazo para ocorrer e constituem solução paliativa. Está prevista a construção de um novo edifício de estacionamento, com 3 a 4 mil vagas, que deverá ser entregue pela Infraero entre 2012 e 2013.