O Brasil voltou a cair no ranking do Relatório Global de Tecnologia da Informação, divulgado nesta quinta-feira, 25, pelo Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum - WEF).

Da 59ª colocação que ocupava nos levantamentos de 2007-2008 e 2008-2009, o país foi para a 61ª na edição de 2009-2010.

Já na lista de 2006-2007, o país tinha a 57ª colocação.
 
No ranking deste ano, o Brasil fica atrás da China (37ª colocada) e Índia (43ª), mas à frente do México (78ª), Rússia (80ª) e Argentina (91ª), informa o IT Web.

Da América Latina, só quatro países estão listados entre os 50 primeiros do ranking: Barbados (35º), Chile (40º), Porto Rico (45º) e Costa Rica (49º).

Porém, dos latino-americanos o Uruguai também fica à frente do Brasil, na 57ª colocação.

A lista geral é liderada pela Suécia, seguida por Cingapura e Dinamarca - que perdeu o posto de primeira colocada, o qual ocupou nos útlimos três anos.

Suíça e Estados Unidos, que caíram dois lugares, são o 4º e 5º colocados, seguidos por Finlândia, Canadá e Hong Kong.

O relatório é produzido pelo Fórum Econômico Mundial em colaboração com a Insead, maior escola internacional de negócios, dentro da estrutura da Rede de Competitividade Global e o Programa de Parceria Industrial para as Indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações do World Economic Forum.

O Índice de TI avalia o nível de preparo dos países para usar a Tecnologia da Informação e Comunicação em três áreas: no ambiente regulatório, empresarial e de infraestrutura; o preparo dos três principais grupos - indivíduos, empresas e governos - para usar e aproveitar a TCI; e a implementação real das últimas tecnologias de comunicação e informação disponíveis.

O ranking completo pode ser conferido pelo link abaixo.