A Manpower, especializada no segmento de RH, realizou uma pesquisa no primeiro trimestre de 2006 com cerca de 33 mil empregadores em 23 países, com o objetivo de determinar o alcance que a ausência de candidatos qualificados está causando no mercado de trabalho. Os resultados do estudo “Falta de Talentos” revelam que 40% dos empregadores mundiais estão passando por dificuldades para ocupar posições.

As maiores dificuldades estão no México (78%), Canadá (66%) e Japão (58%). A escassez de profissionais qualificados é menos problemática na Índia, onde só 13% dos empregadores disseram ter dificuldades para ocupar as posições de trabalho. A pesquisa relativa ao Brasil será concluída no início do segundo semestre de 2006.

As dez principais categorias que os empregadores pesquisados encontraram mais dificuldade para recrutar candidatos foram:

1. Representantes de vendas
2. Engenheiros
3. Técnicos (principalmente de produção/operações, de engenharia e manutenção)
4. Operadores de produção
5. Operários qualificados e artesãos (serviços: carpinteiros, soldadores e encanadores)
6. Pessoal de IT (programadores/analistas)
7. Assistentes administrativos / Assistentes Pessoais
8. Motoristas
9. Contadores
10. Gerentes / executivos