A Intel lançou os processadores Intel Core 2010. De acordo com a empresa, a novidade veio para acabar com a Síndrome de Ampulheta – denominação do stress e frustração gerados pela espera em frente ao computador em função de tecnologias ultrapassadas.

Conforme a empresa, os aplicativos rodam mais rápido e o PC responde melhor, até mesmo durante multitarefa.

“A Intel compreende como a tecnologia pode ser estressante. Estamos determinados a projetar produtos que possam melhorar a nossa qualidade de vida e reduzir nossos níveis de estresse, ao invés de aumentá-los”, declarou Karen Regis, diretora de Marketing de PCs para consumidores da Intel.

De acordo com um estudo online sobre tecnologia realizado em julho pela Harris Interative e patrocinado pela Intel, oito entre cada dez (80%) adultos dos EUA se frustraram enquanto esperavam pela tecnologia, e cerca da metade (51%) fez algo fora do seu normal devido à frustração da espera pela tecnologia.

Entre aqueles que admitiram agir de maneira inapropriada enquanto esperavam, 62% admitiram ter gritado ou praguejado em voz alta quando a tecnologia não pôde acompanhar o ritmo deles, enquanto outros bateram no mouse (29%) ou golpearam a tela ou o teclado (24%).

Daqueles que agiram ou viram alguém agir de maneira inapropriada em público devido a frustrações com a tecnologia, 70% viram estranhos, 46% viram membros da família ou amigos e 33% viram colegas de trabalho agirem com frustração enquanto esperavam pela tecnologia.