Tamanho da fonte: -A+A

No quarto trimestre de 2009, a receita da Lexmark International chegou a US$ 1,07 bilhão, crescimento de 12% na comparação com o terceiro trimestre do mesmo ano. Já na relação ano/ano, o resultado demonstra uma redução de 1%.

No 4T09, a empresa registrou ganhos de US$ 0,76 por ação (GAAP). Um ano antes, estes rendimentos haviam sido de US$ 0,23.

“Durante o trimestre, fortalecemos nosso modelo de negócios através de reestruturação e reduções de custos, o que trouxe mais de US$ 200 milhões em economia de despesas em 2009”, afirma Paul J. Curlander, presidente do conselho e diretor executivo da Lexmark.

Estas ações, juntamente com o aumento da demanda, ajudaram a apresentar melhorias sequenciais anualizadas no rendimento operacional e fluxo de caixa da companhia, segundo o executivo. Hoje, a empresa apresenta mais de US$ 1,1 bilhão em caixa e títulos negociáveis.

No trimestre, a receita da divisão de Soluções de Impressão e Serviços cresceu 4% anualmente, enquanto o segmento de Soluções de Imagem demonstrou crescimento de 11% de forma anualizada.

Já os rendimentos líquidos para o trimestre foram de US$ 60 milhões, em comparação aos US$ 18 milhões obtidos um ano antes.
 
Em todo o ano de 2009, a receita da companhia ficou em US$ 3,88 bilhões, diminuição de 14% em comparação a 2008.

Para o primeiro trimestre de 2010, a companhia prevê que a receita seja superior em rendimentos anuais e GAAP por ação, entre US$ 0,64 e US$ 0,74, com base em um imposto de renda efetivo de 24%.