Asus: participação de 13% no BR até 2013

A Asus, responsável por menos de 1% de todos os equipamentos vendidos no Brasil atualmente, almeja chegar a uma participação de 13% em um período de dois anos.

Segundo informa o Valor Econômico, esse percentual colocaria a companhia entre as três maiores fabricantes de computadores do país.

Para atingir esse objetivo, a fabricante taiwanesa colocou em prática, no início do ano, um plano para reforçar os negócios locais, envolvendo a contratação do executivo Alexandre Wu, brasileiro que dirigiu por nove anos a D-Link no Brasil.

Além disso, a companhia ampliou de um para quatro os modelos de computadores fabricados no país e diversificou os equipamentos disponíveis aos varejistas, incluindo os tablets, que passarão a ser fabricados no Brasil a partir do ano que vem.

“Essas medidas vão ajudar a Asus a reduzir os preços dos produtos e a melhorar a distribuição no varejo”, comenta Jerry Shen, executivo-chefe da empresa, ao Valor.

Conforme o Valor, com o investimento previsto para os próximos três anos , cujo valor não foi revelado, a companhia estima que o número de funcionários no Brasil passará de 70 para cerca de 300 até 2013. A maior parte da equipe ficará concentrada nas áreas de vendas e suporte.

Além disso, a companhia acredita que o Brasil pode vir a ser o terceiro maior mercado de computadores do mundo em dois anos.

Com faturamento de US$ 10 bilhões em 2010, a Asus é a 5ª maior fabricante de computadores do mundo, segundo a consultoria Gartner.

De acordo com o Valor Econômico, até o fim do ano, as vendas da companhia podem chegar a US$ 12 bilhões e nos próximos dois anos, a meta da Asus é estar na 3ª posição no ranking do mercado global.

A matéria do Valor Econômico está disponível na íntegra para assinantes no link relacionado abaixo.