A leitura em meios digitais pode ser até 10% mais demorada do que a feita em mídia impressa, afirma relatório da Nielsen Norman Group.

O estudo avaliou vinte e quatro participantes que leram contos do escritor americano Ernest Hemingway em livros impressos e digitais - via iPad, Kindle e PCs.

As narrativas tiveram média de tempo de leitura avaliada em 17 minutos e 20 segundos e a velocidade diminui diminuiu 6,2% quando os usuários usaram iPad e 10,7% com Kindle 2 em mãos.

No fim do experimento, os voluntários tiveram que preencher o grau de contentamento de 1 a 7 para cada dispositivo e as notas foram similares, exceto pela leitura em desktops.

Livros impressos, Kindles e iPads tiveram uma média de satisfação de 5.6, 5.7 e 5.8, respectivamente. Já os PCs não passaram de 3.6.