Positivo: com Scopus, assistência em todo país

05/07/2011 13:38

A Positivo fechou uma parceria com a Scopus, que fará manutenção de notebooks e desktops da marca para clientes do varejo, corporativo e governo localizados a mais de 30 km de distância das 240 assistências técnicas credenciadas da fabricante de computadores.

Conforme José Paulo Wittlin, diretor de Serviços da Positivo, a aliança amplia a cobertura de atendimento da empresa para todos os mais de 5,5 mil municípios brasileiros

Tamanho da fonte: -A+A

A Positivo fechou uma parceria com a Scopus, que fará manutenção de notebooks e desktops da marca para clientes do varejo, corporativo e governo localizados a mais de 30 km de distância das 240 assistências técnicas credenciadas da fabricante de computadores.

Conforme José Paulo Wittlin, diretor de Serviços da Positivo, a aliança amplia a cobertura de atendimento da empresa para todos os mais de 5,5 mil municípios brasileiros

A nova modalidade de assistência ao consumidor, que atende somente a máquinas em período de garantia, é viabilizada por meio de uma solução de logística reversa dos Correios (e-Ticket), cujo processo é gerenciado pela Scopus.

“O cliente entra em contato com a Central de Relacionamento Positivo (CRP) e relata a dificuldade que tem com o equipamento. Caso haja necessidade de suporte técnico e não disponha de uma assistência técnica próxima, ele é direcionado a uma agência dos Correios para postar seu computador”, explica Wittlin.

Depois disso, a máquina é enviada para avaliação e reparo, se necessário, em um dos centros da Scopus distribuídos pelo país.

“O usuário recebe a máquina em perfeito funcionamento em sua residência ou em qualquer outro endereço que indique no momento da postagem e não tem nenhum custo para envio ou recebimento de seu computador”, garante o diretor.

Com produção de mais de oito milhões de PCs em 22 anos de mercado, a Positivo Informática emprega 5,2 mil colaboradores em suas três fábricas, localizadas em Curitiba, Manaus e Ilhéus.

A empresa encerrou 2010 com faturamento de R$ 2,673 bilhões, tendo vendido seus produtos em mais de 8,3 mil pontos de venda.

A companhia também acaba de iniciar seu processo de internacionalização em hardware, com a produção e venda de computadores na Argentina.

O portfólio também traz soluções na área de tecnologia educacional, presentes em 8.120 escolas públicas, 2.349 instituições particulares e mais de 900 pontos de varejo no Brasil, além de serem exportadas para mais de 40 países.

Já a Scopus Tecnologia está no mercado há 35 anos e atua por meio de duas unidades: Serviços, que oferece desde suporte a hardware e software, até o gerenciamento de toda a estrutura de TI; e Soluções, atuante desde a modelagem de negócios, até o desenvolvimento, implantação e operação das ferramentas criadas para cada cliente.

Veja também

Scopus: solução gerencia serviços WLAN

A Scopus Tecnologia, fornecedora de serviços e soluções de TI para o mercado brasileiro, está lançando a solução Serviços Gerenciados WLAN.

Faturamento da Scopus bate recorde

A Scopus, empresa de TI controlada pelo Bradesco, registrou um faturamento recorde de R$ 141 milhões no primeiro trimestre deste ano, que representa um crescimento de 40% em relação ao mesmo período de 2010.

Em 2010, quando fechou o ano com uma receita de R$ 443 milhões, a Scopus cresceu 18%.

A Unidade Serviços representou 75% da receita total da Scopus enquanto a Unidade Soluções é responsável pelos outros 25% do faturamento.

Scopus: 150 a mais no time de aplicações

A Scopus Tecnologia anuncia o reforço de sua área de desenvolvimento de aplicações com o estabelecimento, em Uberlândia, de uma equipe de mais de 150 pessoas para atuar no segmento.

O time reforça a área de engenharia da Scopus, formada por mais de 200 profissionais distribuídos entre São Paulo e Rio de Janeiro.

Com o investimento nas contratações, a meta da empresa é ampliar a capacidade de entrega e o leque de ofertas.

Scopus é CMMI 2

A Scopus Tecnologia acaba de conquistar o nível 2 do CMMI.

A companhia, que tem matriz em Pirituba-SP e 151 pontos próprios de atendimento em todo o país, foi avaliada pela Crest Consulting, em um processo que envolveu seis projetos executados pela unidade de Negócios Soluções da empresa nas áreas de projeto e implementação e de segurança e inovação.

Scopus: faturamento sobe 16,9% no 1S10

A Scopus Tecnologia teve um aumento de 16,9% no faturamento do primeiro semestre de 2010, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

O resultado passou de R$ 171,33 milhões (2009) para R$ 200,37 milhões (2010).

Scopus renova TI do McDonald's em todo país

A Arcos Dourados, operadora da marca McDonald's no Brasil, contratou a Scopus Tecnologia para fazer a manutenção e atualização do parque de equipamentos de informática dos restaurantes próprios da rede - cerca de 50% do total.

Positivo contrata ex-CMO da TIM

A Positivo contratou Marco Lopes como novo vice-presidente de Marketing e Novos Negócios.
    
O executivo foi CMO – Chief Marketing Officer – da TIM Brasil, na qual liderou o reposicionamento estratégico de operadora móvel para companhia de comunicações convergentes, com lançamentos importantes, como serviços 3G HSPA e TIM fixo.

Cadastro Positivo é sancionado com vetos

A presidenta Dilma Rousseff sancionou, com vetos, a lei que cria o Cadastro Positivo.

Com a publicação da lei na edição dessa sexta-feira, 10, do Diário Oficial da União, entram em vigor as regras para a criação de bancos de dados dos consumidores.

Os cadastros serão formados para auxiliar a concessão de crédito, a venda a prazo ou outras operações comerciais e empresariais que impliquem risco financeiro.

Positivo começa vendas na Argentina dia 21

Os primeiros notebooks fabricados pela brasileira Positivo Informática na Terra do Fogo chegarão ao mercado argentino no dia 21 de junho.

Segundo a empresa, que produz as máquinas através da Informática Fueguina – empresa resultante da joint venture entre a Positivo e a argentina BGH – os produtos da marca serão oferecidos, também, no Uruguai.

Positivo volta a negar venda de controle

A Positivo Informática voltou a negar que seus acionistas estejam negociando o controle da empresa, informa o site do jornal Valor Econômico nessa segunda-feira, 06.

Na sexta-feira passada, dia 03, rumores de uma possível venda da companhia levaram os papéis ON (com direito a voto) da empresa a encerrar o pregão com valorização de 14,7%, negociados a R$ 7,80.

Positivo tem fábrica na Terra do Fogo

A Positivo vai fabricar computadores e placas-mãe na Terra do Fogo, província argentina situada a cerca de 2,7 mil quilômetros de Buenos Aires.

A operação já esta funcionando e possui uma capacidade produtiva nominal 30 mil placas-mãe e de 60 mil PCs por mês. Essa capacidade pode ser ampliada.

Vendas da Positivo recuam 8,3% no 1T11

No primeiro trimestre de 2011, a Positivo apresentou queda de 8,3% nas vendas de PCs.

Segundo a empresa, o desempenho é atribuído ao menor volume de entregas ao governo, cuja carteira deste ano está mais concentrada no segundo semestre.

Foram vendidos 390,41 mil unidades de janeiro a março desse ano, ante a soma de 425,74 mil unidades de computadores comercializados no mesmo período no ano anterior.

Na comparação com o quarto trimestre de 2010, a queda foi de 29,4%.

Positivo tem prejuízo de R$ 30,3 mi

O primeiro trimestre de 2011 foi de prejuízo para a Positivo.

Segundo balanço da empresa paranaense, a perda líquida foi de R$ 30,3 milhões, contra lucro de R$ 36,9 milhões no mesmo período de 2010.

A receita líquida somou R$ 425 milhões e o resultado operacional medido pelo Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 18,7 milhões.

Positivo reitera que não está sendo negociada

Passados 21 dias de sua primeira manifestação à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) negando que estaria sendo negociada, a Positivo voltou a tocar o assunto.

A empresa enviou novo comunicado ao mercado nessa terça-feira, 08, à CVM.

Segundo o documento, não há negociação para venda do controle da empresa. A companhia experimentou um aumento no volume de negócios com suas ações e valorização dos papéis da companhia.