O gerente de mobilidade do Google, Andy Rubin, apresentou nesta terça-feira, 07, um novo protótipo de tablet, rodando o Android 3.0 - última versão da plataforma móvel da empresa.

Desenvolvido em parceria com a Motorola e a Nvidia, o hardware tem processador de dois núcleos, que apresentou um bom desempenho ao realizar diversas tarefas (como rodar aplicativos) ao mesmo tempo.

A apresentação se deu durante a conferência D: Dive Into Mobile, do site All Things Digital.

Também foram apresentados os recursos aperfeiçoados do Android, como a capacidade melhorada de reconhecer múltiplos toques e a navegação em mapas.

No hardware, ao contrário do concorrente maior, o IPad, a interface frontal do tablet da Motorola não apresenta botões físicos.

Todos os comandos necessários estarão disponíveis na própria tela ou nas laterais do aparelho.

Segundo Rubin, o objetivo do fabricante é fazer com que o usuário se sinta confortável ao utilizar o aparelho em qualquer posição, tanto na vertical quanto na horizontal.

O tablet ainda não tem um nome definido e nem data para chegar ao mercado.

As informações são da Veja Online.