Marcelo Rodrigues, sócio da Egalitê

A Perto Periféricos para Automação acaba de fechar parceria com a Egalitê Recursos Humanos Especiais, empresa incubada na Raiar da PUC-RS, para preencher a sua cota de contratação de portadores de necessidades especiais.

A expectativa é que cerca de 65 PNE's sejam contratados nos próximos dois anos para assumir desde postos operacionais até cargos executivos. As contratações terão um aumento progressivo, obedecendo ao cronograma que sugere duas admissões mensais durante cinco meses, e três a cada mês no período subsequente.

Com sede em Gravataí, a Perto conta atualmente com cerca de 1,3 mil colaboradores. De acordo com a lei 8.213/91, a necessidade de contratação de pessoas com deficiência corresponde a 5% desse número. 

Processo de seleção
O procedimento adotado pela Egalitê consiste em mapear vagas existentes no mercado de trabalho e identificar as potencialidades dos candidatos para assumirem as necessidades das empresas contratantes. Os interessados passam por avaliação psicológica para identificar funções de interesse.

Marcelo Rodrigues, sócio da empresa de recursos humanos especiais, explica que uma das preocupações é encaixar os interessados em locais onde tenham vontade e condições de trabalhar. A Egalitê recomenda os candidatos à Perto e, junto ao departamento de recursos humanos da empresa, prepara o ambiente para a recepção dos profissionais que serão contratados gradualmente. 

“Os principais conceitos repassados são o do respeito às diferenças, o que não significa tratar essa pessoa como incapaz, e sim, observar as limitações, tratando-a com coerência”, explica Rodrigues.

De acordo com ele, o mapeamento das vagas e dos perfis disponíveis trouxe um dado social importante. “Estamos encontrando pessoas capazes e com formação para assumir cargos de coordenação e liderança, demonstrando o potencial de muitos profissionais que possuem deficiência”, ressalta.