Lotes com componentes necessários à fabricação do iPad em território brasileiro já estariam no país.

Segundo matéria publicada pelo jornal Folha de S. Paulo no último sábado, 09, contêiners com as peças teriam partido antes do último final de semana para o Brasil, vindos da Ásia, onde se concentram os fabricantes de produtos da Apple, como a Foxconn.

A previsão de chegada, diz o jornal, é de até dois meses.

Nesse período, o governo teira tempo de formalizar as políticas de incentivo, como redução de 9,25% de PIS e Cofins, que a Apple poderia aproveitar com a classificação dos tablets como computadores, além de incentivos fiscais nos estados.

Hoje, o ICMS aplicado sobre a cadeia de distribuição chega a 33%.

Conforme a Folha, o candidato natural à produção da Apple é São Paulo, na região de Jundiaí e Indaiatuba, onde estão unidades da Foxconn, fabricante do iPad, do iPhone e do iPod.

O governo paulista já ratificou benefícios fiscais para fabricantes de eletrônicos como isenção de IPI, redução de ICMS de 18% para 7% e incentivos sobre máquinas para a produção local.

Leia a matéria da Folha de S. Paulo nos links relacionados abaixo.