Tamanho da fonte: -A+A

O governo do Paraná pretende entrar na disputa para atrair o investimento da Foxconn, informa o jornal Valor Econômico dessa quarta-feira, 11.

“Ainda não vi o anúncio da empresa sobre o local escolhido e vamos nos apresentar”, disse ao jornal o secretário da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros.

Conforme o Valor, nessa terça-feira, 10, Barros teve a primeira reunião sobre o assunto com representantes políticos e empresariais de Londrina e Maringá, municípios do interior que planejam trabalhar em conjunto para chamar a atenção da fabricante.

Segundo Barros, a oferta do eixo de 100 quilômetros que abrange as duas cidades deve suprir as necessidades de estrutura e mão de obra da Foxconn para o empreendimento.

Conforme publicado pela revista Exame no último final de semana, caminhões com componentes para a fabricação do iPad 2 já teriam sido entregues em Jundiaí, interior paulista.

Será criado um grupo de trabalho para fazer levantamentos técnicos, econômicos e sociais da região, que depois serão apresentados a representantes da empresa.

Barros disse ao jornal que ainda dá tempo de lutar “pelo grande investimento” e pelos empregos decorrentes do movimento da companhia – a Foxconn prometeu a criação de 100 mil empregos no Brasil, e investir US$ 12 bilhões, sendo parte desse recurso vindo do BNDES.