A próxima geração de iPads pode ser anunciada nos próximos três ou quatro meses, informa nessa segunda-feira, 12, o site asiático DigiTimes, citando fontes da indústria eletrônica.

Segundo o portal, fornecedores da indústria já começaram a fornecer os componentes da próxima geração, ao mesmo tempo em que reduzem as peças para montagem do iPad 2.

No terceiro trimestre, no entanto, prevê-se que a fabricação do iPad 2 seguirá acelerada, com cerca de 15 milhões de unidades saindo das linhas de montagem. De janeiro a março de 2012, no entanto, a previsão de é de uma redução para quatro a cinco milhões de unidades.

Uma das primeiras empresas a montar o novo iPad seria a Foxconn, de Taiwan.

A expectativa é que as unidades da montadora na Ásia comecem a fabricar o gadget já em janeiro, com um incremento na produção em fevereiro.

Espera-se que a produção do novo iPad chegue a 9,8 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2012, segundo fontes da cadeia de suprimentos da indústria eletrônica.

De janeiro a setembro desse ano, foram vendidos 25,06 milhões de iPads, devendo chegar a 40 milhões no último trimestre de 2011, estimam fontes ouvidas pelo DigiTimes.

No Brasil, a montagem brasileira do iPad já foi prometida para esse ano e adiada várias vezes por ministros do governo Dilma Rousseff desde o anúncio do investimento da Foxconn no país em maio de 2011.