A IBM lança no Brasil o Data Center Portátil e Modular (PMDC, na sigla em inglês).

A solução permite às empresas contarem com data centers móveis, sem precisar investir em infraestrutura física: instalada em um contêiner, a solução pode ser transportada para onde quer que o cliente precise.

Construída em opções de contêiners de 3, 6, 12 e 16 metros quadrados, com quatro servidores blade na menor versão – que pode ser montada em até 14 semanas – a novidade é a linha de frente da IBM para concorrentes como HP e Oracle, que planejam o lançamento de soluções afins no Brasil.

Atualmente, a IBM já oferece o data center móvel nos EUA e Europa. A entrada no Brasil também é uma aposta no mercado a ser criado por eventos como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Empresas dos setores de mineração, petróleo, construção civil e mídia, que precisam instalar infraestrutura de TI em regiões remotas ou em locais de difícil acesso ou provisórios, assim como instituições de governo, também são público-alvo da solução.

O contêiner oferecido pela Big Blue também comporta sistemas de energia e de refrigeração, separados por módulos ou portas e, conforme a fabricante, a estrutura completa pode consumir até 77% menos energia que data centers tradicionais.

No Brasil, a IBM vai oferecer a solução em parceria com uma empresa de contêiners e as empresas clientes poderão instalar blades não apenas da companhia.

Além disso, a empresa irá prestar serviços de gerenciamento dos data centers móveis.