A Foxconn estaria negociando duas fábricas de telas sensíveis ao toque para o Brasil.

Segundo o site do jornal Valor Econômico, a presidente Dilma Rousseff reuniu-se com o presidente da empresa taiwanesa, Terry Gou nessa quinta-feira, 13.

Após o encontro, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, afirmou que está sendo finalizado o processo de negociação da primeira fábrica da Foxconn no Brasil.

Seis estados já se ofereceram para receber as instalações.

"A escolha do local será baseada, sobretudo em logística, especialmente aeroporto internacional; disponibilidade de área; redundância de energia; fibra ótica; água; qualidade do ar e uma série de outras exigências para poder abrigar esse tipo de tecnologia", declarou ao jornal.

Mercadante disse, ainda, que as duas fábricas podem ser instaladas em estados diferentes.

O ministro disse que a presidente Dilma exige transferência tecnológica “ampla, geral e irrestrita”.

Para tanto, o governo busca parceiros nacionais para o empreendimento.

Mercadante afirmou que o empreendimento receberá recursos por meio do BNDES, mas não detalhou quanto.

Leia a matéria do Valor Econômico nos links relacionados abaixo.