A Unilever Latin America adotou o SAP Test Data Migration Server (TDMS), solução que permite controle de storage, gestão de banco de dados e gerenciamento simultâneo de múltiplos sistemas não-operacionais.

Com a solução, a empresa reduziu o espaço de armazenamento necessário aos seus sistemas não-produtivos em mais de 80% (de 12 TB para 2 TB por sistema e por ambiente).

Mesmo considerando a expansão do ambiente produtivo, a companhia espera que esta redução diminua as necessidades com armazenamento em 73 TB e economize aproximadamente US$ 1,3 milhão.

Já usuária do SAP ERP, a Unilever apostou no TDMS para reduzir não apenas a demanda por mais recursos de armazenamento de informações, mas também o risco operacional no ambiente de produção e o impacto nas agendas de desenvolvimento causado pelo grande volume de dados arquivados, destaca Thyago Llano, gerente de qualidade de serviços da Unilever Brasil

Segundo ele, tradicionalmente, para expandir com sucesso a infraestrutura de TI, a empresa tinha de criar e atualizar sistemas não produtivos, que permitiriam testar e avaliar a qualidade dos processos de desenvolvimento de aplicação, podendo gerar dados de negócios reais.

Além disso, precisava solucionar uma variedade de problemas de fundo logístico, técnico, gerencial e financeiro, que acabavam demandando muito tempo e espaço de armazenamento para os processos de manutenção e suporte de software.

“O uso da solução SAP permitiu carregar os sistemas não-produtivos com um subgrupo definido de dados extraídos do ambiente produtivo. Para determinar o tamanho otimizado destes sistemas, examinamos individualmente os requerimentos de unidades de negócios como, por exemplo, da área de Finanças. Optamos por um cenário de redução baseado no tempo de 2,5 meses de dados transacionais”, explica Llano.

O gerente também relata ganhos com a adoção do TDMS como o fato de que os ambientes de dados ficaram menores, mais simples e baratos de gerenciar.

“Diante disso, planejamos alcançar o ROI do projeto, de pouco mais de US$ 1 milhão, em 2,7 anos”, finaliza Llano.

A Unilever mantém 12 fábricas no Brasil, onde está há 80 anos. A companhia atua em 17 categorias de produtos, que vão de gêneros alimentícios a itens de higiene e limpeza. Em todo o mundo, emprega 163 mil pessoas.