A Motorola anunciou nessa quarta-feira, 16, que o seu tablet, chamado de Xoom, será vendido por US$ 799 nos Estados Unidos, com contrato pela operadora Verizon.

Outra versão, apenas com conexão Wi-Fi, custará US$ 600.

As informações foram dadas pelo presidente-executivo da fabricante, Sanjay Jha, que declarou que “ao competir com a Apple, é preciso ter produtos de primeira linha”.

Jha afirmou que praticamente todos os produtos da Motorola a serem lançados este ano usarão o sistema Android, do Google. Segundo o executivo, o pacto da Nokia de usar o sistema da Microsoft em seus smartphones pode favorecer o Android.

“Estou concentrado no Android, como sempre estive”, disse Jha a jornalistas durante a feira Mobile World Congress, em Barcelona.

Com tela de 10,1 polegadas, o Xoom tem suporte a flash, 1 GB de memória RAM e armazenamento de 32 GB, expansível a 64 GB, com cartão microSD de 32 GB.

Os iPads com 32 GB de armazenamento custam US$ 599 (Wi-Fi) e US$ 729 (Wi-Fi e 3G).