A Microsoft anunciou nesta segunda-feira, 15, que vendeu mais de um milhão de sistemas de controle de videogames Kinect nos 10 dias iniciais de comercialização do produto.

"É um começo forte. Os consumidores estão adorando", disse Dan Mattrick, líder da unidade de videogames da Microsoft, em entrevista à agência Reuters.

O Kinect permite jogar videogame sem o uso das mãos, através da leitura dos movimentos do corpo do jogador e de suas expressões faciais.

Segundo a Reuters, a MS espera que o Kinect ajude a reanimar as vendas de seu console de videogames Xbox na temporada de festas, e que sirva para combater os sistemas concorrentes de controle de videogames por movimentos oferecidos pela Nintendo, com o Wii, e a Sony, que lançou o Move dois meses atrás.

O Kinect custa US$ 150, se vendido separadamente, ou US$ 300 como parte de um pacote com um console Xbox com memória de quatro gigabytes.

O Kinect chegou às lojas nos Estados Unidos em 4 de novembro, ainda que muitos consumidores já tivessem realizado encomendas antecipadas, o que provavelmente causou um salto nas vendas iniciais.

Mais de 30 mil lojas estão vendendo o Kinect nos EUA, entre as quais unidades das cadeias Wal-Mart, Target, Best Buy e GameStop. O aparelho também está à venda online na Amazon.com. Na Europa, as vendas começaram em 10 de novembro.

No Brasil, as vendas se iniciam nesta quinta-feira, dia 18, por R$ 599.

A expectativa da Microsoft é de que a nova tecnologia ajude a estender o alcance de seu Xbox 360, que já vendeu 45 milhões de unidades, introduzindo um conceito que deve ser usado em muitos aparelhos eletrônicos e computadores nos próximos anos.