Discos rígidos da Digibras podem chegar ao mercado em breve

A Digibras, do grupo CCE, planeja fabricar discos rígidos (HDs) no Brasil.

Segundo reportagem do jornal Valor Econômico, a empresa já tem um projeto aprovado na Zona Franca de Manaus para a produção do novo produto. Hoje, a unidade em Manaus monta desktops, notebooks e monitores.

De acordo com o jornal, a iniciativa prevê investimento de R$ 92,9 milhões no prazo de três anos, com um aporte de R$ 26,4 milhões no primeiro ano de fabricação. Nos dois anos seguintes, os recursos projetados são de R$ 31,7 milhões e R$ 34,8 milhões, respectivamente.

A expectativa é produzir 11,5 milhões de HDs no período de três anos, sendo 3,3 milhões no primeiro ano e 3,9 milhões no segundo. Para o terceiro ano do projeto, a produção estimada é de 4,3 milhões de unidades.

Para a fabricação dos componentes, a tecnologia homologada é da Seagate, empresa americana que atua no Brasil por meio de canais e revendas.

O projeto da Digibras reforça o aquecimento na fabricação de HD no Brasil, ressalta o Valor, mercado que demanda 14 milhões de unidades por ano.

Em outubro, a americana Western Digital também começou a fabricar os componentes no país, por meio de uma parceria com a brasileira Digitron, com plano de produzir 4 milhões de unidades por ano.

O jornal informa que a assessoria da CCE não encontrou um executivo disponível para comentar o projeto.

Leia a reportagem completa do Valor nos links relacionados abaixo (para assinantes).