Ricardo Amaral, gerente regional de Governo da Tecnoset

A Tecnoset, empresa de São Paulo que integra soluções de BPO de gestão documental, networking e segurança digital, venceu a ata de registro de preços para prestação de serviços de outsourcing de impressão para a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

No contrato, que soma aproximadamente R$ 10 milhões e tem vigência de 36 meses, renovável por até 60 meses, serão fornecidos cerca de 900 equipamentos para atender a um volume de impressão de três milhões de páginas mensais.

São impressoras e multifuncionais monocromáticas e coloridas da Lexmark, ambas nos formato A3 e A4, abrangendo todos os campi da UFSC.

Para Ricardo Amaral, gerente regional do departamento de Governo da Tecnoset, o que deu à vitória à empresa foi o diferencial de oferecer não só os equipamentos, mas também soluções embarcadas de digitalização e automação de processos nas mulitfuncionais.

Na opinião do executivo, reduzir a circulação da informação através de papel e melhorá-la através de automatização dos processos é a grande vantagem da iniciativa para a universidade, que mantém campi em Florianópolis, Araranguá, Curitibanos e Joinville, oferecendo mais de 83 cursos de graduação e habilitações.

Amaral também destaca que, nos últimos anos, a companhia tem crescido em contratos via ata de registro de preços ou semelhantes em outras regiões, especialmente o Nordeste.

“A conquista deste novo projeto é importante para nossos planos de expansão na região Sul”, comenta Paulo Fodor, diretor de Marketing e Planejamento Estratégico da Tecnoset. “O fato de ser uma ata de registro de preços, gerida por um órgão da administração pública federal, permite a replicação do modelo de negócios em outros órgãos federais”, completa.

A Tecnoset está no mercado desde 1991 e emprega mais de 200 profissionais.

Com sede na capital paulista, a empresa possui filiais em Campinas, Fortaleza e Recife, além de centros de apoio logístico em todo o país.

Em 2010, após assumir o controle da Original Brasil, a companhia faturou R$ 60 milhões, crescimento de 30% sobre 2009.

Para este ano, a meta é se expandir ao mesmo no mesmo percentual obtido no ano passado..