Tamanho da fonte: -A+A

Troca de dados mais veloz, redução do índice de conflito de informações e otimização do gerenciamento de tráfego de conteúdo, além de monitoramento remoto de dados, foram alguns dos ganhos registrados pela Fundação Copel de Previdência e Assistência Social com a aquisição de switches Netgear.

A fundação é uma entidade fechada de previdência complementar, sem fins lucrativos, ligada à Companhia Paranaense de Energia Elétrica (Copel).

Há dois anos, a organização detectou a necessidade de desenvolver uma estrutura própria de transmissão de dados, já que até então contava com suporte da Copel, o que gerava dependência e lentidão em alguns processos.

A entidade optou, então, pelos equipamentos da Netgear, adquirindo os switches GSM7224 e GSM7328S.

A implantação foi feita pela equipe interna da instituição e, segundo Bruno Tatsch, analista de Sistemas da Fundação Copel, desde então não houve mais necessidade de reparos e substituição de equipamentos.

“O tráfego de dados ficou muito mais fácil de ser realizado”, destaca Tatsch. “Desde que os equipamentos foram instalados, não tivemos nenhum transtorno, nem mesmo quando trocamos o CPD, o que costuma causar problemas”, completa Elizeu Mendes Subtil, analista de Suporte da Fundação.

Entre ativos, dependentes e assistidos, a Fundação Copel presta serviços para cerca de 36 mil pessoas.

Já a Netgear é especializada em soluções de conectividade voltadas ao SMB e à linha doméstica.  Segundo relatório do Gartner, a empresa detém 23% do mercado em receitas de vendas de storages NAS com valor abaixo de US$ 5 mil, liderando o segmento.