Abinee prevê crescimento de 13% nas vendas de PCs em 2011

Levantamento da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) prevê um aumento de 13% nas vendas de computadores pessoais em 2011.

No total, devem ser comercializadas 16 milhões de unidades, frente às 14 milhões de 2009.

Seguindo a tendência mundial do mercado, os notebooks continuarão vendendo mais que os desktops no Brasil, assim como no ano passado, diz a Associação.

Neste ano, a expectativa é que sejam comercializados 9 milhões de notebooks, incluindo os netbooks, aumento de 25,8% ante 2010.

Já a venda de desktops deve totalizar 7 milhões, crescimento de 2,2%.

Em 2010 foi a primeira vez que os notebooks (7,150 milhões) ultrapassaram as vendas de desktops (6,850 milhões). Deste montante, o mercado oficial respondeu por 70%, ficando o mercado ilegal com o restante.

Para 2011, o Gartner prevê que os embarques mundiais de PCs devem chegar a 409 milhões de unidades, com um aumento de 15,9% em relação a 2010, pouco acima do crescimento previsto para o mercado nacional, de acordo com a Abinee.