Tamanho da fonte: -A+A

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, afirmou que a PlayStation é um “veneno” e leva as crianças para a “estrada do inferno” que é o capitalismo.

Os comentários sobre o videogame foram feitos durante a edição deste domingo, 17, do programa “Alo Presidente”.

Chávez também observou que “estes jogos PlayStation ensinam a matar” e que em um deles “colocaram minha cara e o objetivo era matar o Chávez”.

O presidente classificou os games que “explodem bombas em cidades” como produto dos países capitalistas que querem semear a violência para vender suas novas armas para as crianças.

“Esses países promovem a necessidade por cigarros, drogas e álcool para que possam vender para elas. O capitalismo é a estrada para o inferno”, afirmou.

Em vez de ter esses jogos, Chávez recomenda a produção de jogos educacionais. Parlamentares venezuelanos criaram uma lei em outubro passado que proíbe a venda de jogos violentos, com pena de reclusão por até cinco anos.

As opiniões do presidente venezuelano à Playstation podem ser conferidas a partir do primeiro minuto do vídeo abaixo, logo após às críticas contra a boneca Barbie.