A IBM apresentou nesta quinta-feira, 22, um novo mainframe (computador central) que, segundo a companhia, é muito mais potente e até 60% mais rápido que os modelos anteriores.

O zEnterprise, que recebeu investimentos de US$ 1,5 bilhão, permitirá a redução da complexidade da gestão dos bancos de dados das empresas, disse a empresa em comunicado.

O equipamento tem capacidade de executar 50 bilhões de instruções por segundo, graças ao uso de 96 microprocessadores. Além disso, tem a proposta de cortar pela metade os custos de TI das empresas que transacionam dados em larga escala.

Segundo a companhia, o novo computador é entre 40% e 60% mais rápido que seu antecessor, o System z10, sem aumentar o nível de consumo de energia. Além disso, permite a administração de diferentes sistemas a partir de uma mesma plataforma.

Para o vice-presidente de sistemas e software da IBM, Steve Mills, a principal evolução do zEnterpise 196 é a capacidade de integrar múltiplas plataformas em ambientes heterogêneos. A nova arquitetura integra aplicativos executados em mainframes, servidores blades baseados em processador Power 7 da IBM, bem como em Intel Xeon e Nahalem. Todos são unificados em uma única infraestrutura virtualizada.

“Nossa nova geração de mainframe foi desenhada para ir além de Unix e processar diferentes aplicações com alta performance", afirma Mills. Ele acrescenta que, graças à integração, o equipamento permite reduzir os custos dos data centers em até 55% em três anos. O segredo, segundo ele, está na possibilidade de reduzir a quantidade necessária de servidores, storage, rede e energia.

Só no caso do consumo de energia, o equipamento promete uma redução de até 12%. Para isso, conta com um sistema de resfriamento que corta em aproximadamente em 70% os níveis de aquecimento de ar da máquina.

De acordo com a IBM, os avanços tecnológicos do lançamento poderão reduzir em até 55% o custo da infraestrutura de informática de seus clientes.

A IBM calcula que 80% de todos os dados do mundo estão armazenados em mainframes.