As mortes com a explosão ocorrida em uma fábrica chinesa da Foxconn na última sexta-feira, 20, chegaram a três nesse domingo, 22, depois que a empresa – principal fabricante de produtos da Apple – confirmou um novo falecimento.

Uma unidade em Chengdu, capital da província chinesa de Sichuan, é o local do acidente.

Segundo a agência Reuters, a mídia local afirma que unidades do iPad 2, nova geração do tablet da Apple, são produzidas na cidade.

Ainda de acordo com a agência, investigações preliminares, conduzidas com auxílio da Foxconn, indicam que houve uma explosão de pó combustível em um duto na área de polimento da fábrica.

A companhia informou que todas as operações na área foram suspensas e que os trabalhos similares em outras oficinas foram paralisados. Todas as outras operações de produção seguem normalmente.

Além das três mortes, o incidente deixou 15 funcionários feridos, segundo noticiado desde a sexta-feira, 20.