Hilton Dias, coordenador de informática da Unisc

A Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) está investindo em blades da IBM para reforçar e flexibilizar sua infraestrutura de servidores, com parceria da TechDec.

Segundo Hilton Dias, coordenador de informática da instituição, economia e agilidade na reposição de servidores possível com os blades é a principal vantagem.

“Tivemos melhoras também no consumo de energia e na locação de espaço”, completa Dias, sem revelar o investimento feito pela universidade na tecnologia.

Pela metade do preço
Os blades permitem integrar, dentro de um mesmo rack, vários servidores em lâmina. Conforme Dias, em vez de gastar com novos servers completos em rack ou em torre, a TI pode investir nas lâminas, que chegam a ser 50% mais baratas, nas contas do coordenador.

Segundo a TechDec, seus blades têm suporte para processadores Intel e Power RISC, e são capazes de abrigar 14 lâminas por chassis.

Na Unisc, o blade adquirido já veio com storage na mesma estrutura. O novo hardware, informa Dias, vai ajudar na atualização dos equipamentos que hoje armazena banco de dados, serviços e aplicações da instituição.

“Hoje temos uma grande demanda de reposição dos servidores antigos. Temos 50, e 30 já foram repostos. Foi só plugar e ela começou a funcionar”, revela.

Parceria
A implementação dos equipamentos é feita pela porto-alegrense TechDec, parceira da IBM, que desde o início de maio atuou junto com a equipe de TI da Unisc, de 45 pessoas, na instalação de migração de servidores para os blades.

De acordo com Dias, a parceria foi fundamental para a adoção: “eles nos conseguiram várias vantagens, até por sermos uma instituição de ensino, e ajudaram a implantar também”.

TI ocupada
Criada em 1964, com o seu primeiro curso universitário, a Unisc tem hoje 11,1 mil alunos em cursos de graduação e pós-graduação, além de 578 professores e 722 técnicos administrativos.

O público vinculado à universidade se divide em cinco campi – Santa Cruz do Sul, Sobradinho, Capão da Canoa, Venâncio Aires e Montenegro, numa área construída total de 58,3 mil metros quadrados.

Tais números, diz Dias, mantêm a TI ocupada. O setor assume todo o suporte administrativo e de software e hardware e participou do desenvolvimento do novo sistema de ensino da universidade. Além disso, quase 100% da estrutura física da Unisc tem Wi-Fi há um ano e meio.

“Sempre tem uma novidade”, resume o coordenador.