A Positivo vai fabricar computadores e placas-mãe na Terra do Fogo, província argentina situada a cerca de 2,7 mil quilômetros de Buenos Aires.

A operação já esta funcionando e possui uma capacidade produtiva nominal 30 mil placas-mãe e de 60 mil PCs por mês. Essa capacidade pode ser ampliada.

Os produtos da marca Positivo BGH chegarão ao varejo argentino em junho e também atenderão projetos de governo - cuja carteira contratada é de 279 mil notebooks, com entrega prevista para acontecer ao longo de 2011.

O governo argentino tem oferecido incentivos para a instalação de empreendimentos de hardware na ilha, que tem uma superfície total é semelhante à da Irlanda e é separada do continente sul americano pelo estreito de Magalhães.

A Samsung já anunciou que vai fabricar tablets na região, onde já montava telefones. Outras 17 empresas aderiram às condições especiais, vigentes até o final de julho.