As especulações em torno de uma venda da RIM têm ganhado força no mercado.

Segundo a agência Bloomberg, a empresa perdeu tanto valor que um comprador poderia pagar um prêmio de 50% em relação ao preço das ações da companhia e ainda comprá-la para um múltiplo mais baixo do que qualquer outra empresa do setor.

A RIM, que chegou a valer US$ 83 bilhões, registrou uma queda de mais de 80% em relação a seu valor de mercado de três anos atrás.

Conforme analistas, o declínio se deve à forte concorrência do iPhone, da Apple, e dos smartphones equipados com o sistema operacional Android, do Google.

Na semana passada, a empresa anunciou que as vendas trimestrais devem cair pela primeira vez em nove anos.

A divulgação fez com que as ações da empresa encerrassem o pregão de terça-feira, 21, na bolsa eletrônica Nasdaq cotadas a US$ 25,89 a ação. Isso é menos do que qualquer outro fornecedor de equipamentos de comunicação, de acordo com dados da Bloomberg.

Para o BMO Harris Private Banking,  Microsoft e Dell seriam compradores em potencial.

Quem se candidatar, levaria uma empresa que ainda domina no mercado corporativo, além de se destacar como fornecedora de serviços de correio eletrônico com elevado nível de segurança e de geração livre de caixa do que qualquer um de seus rivais.

Pagando US$ 40 por ação, ainda assim o comprador adquiriria a empresa com um desconto expressivo.