O escritório de advocacia Felsberg e Associados acaba de adquirir 205 terminais thin client S10 da Wyse, em um investimento de R$ 184,5 mil.

As máquinas, fornecidas pela integradora MD Systems, contam com solução de virtualização de aplicativos XenApp, da Citrix.

Conforme Rodrigo Soares, gerente de TI do escritório, o objetivo do projeto foi modernizar um parque de computadores já obsoleto.

“Como temos algumas filiais e trabalhamos com um volume muito grande de dados, precisávamos centralizar as informações para facilitar o gerenciamento e controle de toda a rede", destaca Soares.

Além da matriz em São Paulo, o Felsberg e Associados conta com unidades no Rio de Janeiro, Campinas, Brasília, Düsseldorf, Xangai, Nova York e Washington.

"Após a adoção da plataforma de thin computing, reduzimos bruscamente os gastos com suporte técnico, praticamente eliminando a necessidade do helpdesk, que é terceirizado", comemora o gerente de TI. "A cada chamada para resolução de falhas nas estações antigas, a paralisação do trabalho do funcionário refletia diretamente na produtividade, sem contar que o reparo do equipamento demorava dias”, acrescenta.
 
Espaço físico e redução de energia elétrica também foram ganhos consideráveis obtidos com a adoção dos thin clients, segundo ele.

Em relação aos antigos desktops, os terminais Wyse S10 não possuem peças móveis e não precisam de sistema de ventilação, gerando até 80% de economia de espaço. Já o consumo de energia pode cair em 40%.

Agora, a intenção do escritório de advocacia é migrar todas as estações de trabalho para a tecnologia de thin client. “O próximo passo é expandir a plataforma para o departamento administrativo", conta Soares.