A EMC fechou o segundo trimestre de 2010 com receita de US$ 4,02 bilhões, aumento de 24% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Já o lucro líquido subiu 108% ano sobre ano, chegando a US$ 426 milhões.

Foi o terceiro trimestre consecutivo de receita recorde da companhia, que obteve lucro por ação diluída GAAP de US$ 0,20, o dobro do mesmo período do ano passado.

No acumulado do ano, a EMC também registrou recordes em fluxo de caixa operacional e livre: US$ 2,1 bilhões e US$ 1,6 bilhão, com aumento de 44% e 47%, respectivamente.

Em caixa e investimentos, a companhia encerrou o trimestre com US$ 10,3 bilhões.
 
Por vertical, a EMC aumentou em 32% as vendas do portfólio de produtos de armazenamento EMC Symmetrix no trimestre, enquanto a plataforma de armazenamento mid-tier cresceu 33%.

Quanto à VMware, da qual a EMC detém participação majoritária, contribuiu com receita de US$ 673 milhões no 2T10, uma expansão de 48% sobre o mesmo período de 2009.

Por região, a receita da companhia nos Estados Unidos atingiu US$ 2,1 bilhões, 28% de expansão anual, representando 53% da receita total do trimestre.

Fora dos EUA, a empresa faturou US$ 1,9 bilhão, aumento de 19% ano/ano.

A receita da EMC aumentou 18%, 20% e 22% ano sobre ano, respectivamente, na Europa, Oriente Médio e África; Ásia, Pacífico e Japão (APJ) e América Latina.
 
Para o ano de 2010, a empresa projeta ultrapassar a perspectiva anterior de receita de US$ 16,5 bilhões e lucro diluído por ação GAAP consolidado de US$ 0,84, excluindo o impacto de gastos com reestruturação e aquisição, remuneração baseada em ações e amortização de ativos intangíveis.