Até setembro, toda base de 22,3 milhões de cartões de crédito ativos do Banco do Brasil terá sido substituída por cartões com chip. No momento, os chamados smart cards já representam mais da metade do total.

A prioridade nos próximos meses é para os cartões de pessoas jurídicas e a base Private Label e Co-branded.

Com a novidade, será possível atualizar informações a distância, sem troca do plástico, além de armazenar certificados digitais, como o CPF eletrônico (e-CPF), no cartão de crédito.

A segurança também se vê incrementada, com a substituição da fita magnética por circuitos eletrônicos criptografados.

Banrisul também troca
O Banrisul segue os passos do Banco do Brasil, com planos de trocar todos os seus três milhões de cartões ao longo dos próximos quatro anos. O assunto foi tema de uma reportagem do Baguete em dezembro.

Confira a matéria pelo link relacionado abaixo.