A AMD obteve receita de US$ 1,61 bilhão no primeiro trimestre de 2011, contra um valor de US$1,57 bilhão registrado no mesmo período do ano passado.

Já o lucro líquido da companhia ficou em US$ 510 milhões no trimestre atual, ou US$0,68  por ação. Um ano atrás, o valor era de US$ 257 milhões, ou US$ 0,35 por ação.

Dentro da receita, o segmento soluções cresceu 3% em relação ao mesmo trimestre de 2010, mas teve queda sequencial de 2%.

“A diminuição sequencial foi impulsionada principalmente pela redução do preço de venda médio, parcialmente compensado pelo aumento das vendas de microprocessadores desktop”, afirma um comunicado da companhia.

Ainda no 1T11, a margem bruta da companhia ficou em 43%, enquanto o caixa (somando caixa e balanço de títulos negociáveis) fechou em US$ 1,75 bilhão.

Também no trimestre, a AMD iniciou as vendas da primeira APU Fusion para notebooks populares, que foi acoplada a equipamentos Acer, Asus, Dell, Fujitsu, HP, Lenovo, MSI, Sony e Toshiba.

Para o ano de 2011, a AMD projeta que a receita fique estável, com possível queda prevista para o segundo trimestre do ano.