A Lenovo está em negociações avançadas para comprar a brasileira CCE.

É o que garante o blog Faria Lima da Exame.com, segundo o qual o negócio está avaliado em cerca de R$ 1 bilhão.

Um dos fatores que podem fazer a marca controlada pela Digibrás atrativa para os chineses são os contratos com a administração pública.

A CCE foi vencedora há dois anos da licitação do programa Um Computador por Aluno (UCA) do governo federal, para o fornecimento de 150 mil laptops educacionais a 300 escolas da rede pública de ensino por um valor total de R$ 82 milhões.

Procurada pela Exame, a Lenovo não comentou. A Digibrás disse que não está negociando a venda.

Segundo dados do Gartner, a Lenovo é segunda maior player do mercado de PCs, com 13% do mercado em 2011, atrás da HP, que tem 17,2% e à frente da Dell, que tem 12,1%.

Não é a primeira vez que surgem rumores do interesse dos chineses em adquirir uma fabricante brasileira.

Uma oferta chegou a ser feita para a Positivo em 2008, mas os paranaenses não aceitaram a proposta.

As vendas de PCs em nível mundial devem crescer 4,4% em 2012, atingindo 368 milhões de unidades.