A Telebrás publicou na quinta-feira, 30, dois novos termos de referência de editais para contratação da rede necessária para a implantação do  Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), que levará banda larga para 4.283 municípios, ou 88% da população brasileira, até 2014.

Os editais ficam disponíveis até a quinta-feira, 14 de outubro.

O primeiro termo de referência é para contratar junto às empresas privadas os "Sistemas Auxiliares da Rede IP", e vale para equipamentos de comutação de dados, servidores, softwares e serviços profissionais de instalação e operação.

Já o outro refere-se à contratação da solução de rede de comunicação de dados em protocolo IP/MPLS, referente ao Core IP e Planejamento Técnico.

Trata-se de equipamentos de comutação de dados, servidores, softwares e serviços profissionais de planejamento técnico, instalação, treinamento, configuração e operação inicial.

O tipo de contratação será por pregão eletrônico, utilizando o Sistema de Registro de Preços. As propostas deverão ser apresentadas em Reais e estão proibidas de participar da licitação companhias estrangeiras que não funcionem no país.

Empresas em consórcio, fundações e cooperativas também não poderão participar do pregão.

A Telebrás fará a comprovação técnica dos conteúdos no prazo máximo de 15 dias.

Os contratos firmados terão prazo de vigência de 42  meses, a contar da data de sua assinatura.

Acabou
E termina na sexta-feira, 01, a oferta pública do primeiro termo de referência de edital para contratação de equipamentos da Telebrás, referente a soluções, serviços de instalação, treinamento e operação inicial, incluindo garantia e assistência técnica.

A expectativa da estatal é de que o edital definitivo seja publicado na primeira quinzena de outubro depois da análise das contribuições.