A Positivo Informática anunciou um crescimento de 6,4% na receita bruta de 2010, frente a 2009. O volume movimentado pela empresa no ano passado foi de R$ 2,7 bilhões. No 4T10, a receita bruta totalizou R$ 678,9 milhões.

Já a receita líquida foi de R$ 2,3 bilhões em 2010, 7,1% maior do que no ano anterior. No último trimestre, a receita líquida foi de R$ 590,1 milhões.

Em volume de vendas, foram vendidos 1,98 milhão de computadores em 2010, crescimento de 11,3% em relação a 2009, o que corresponde ao maior volume de vendas da história da companhia.

Este volume anual recorde é também o maior já registrado no mercado nacional de computadores, diz a companhia.

Mesmo em um cenário de concorrência acirrada, no 4T10, as vendas totalizaram 553 mil PCs, o que representa um crescimento de 14,2% em relação ao quarto trimestre de 2009, impulsionado pelo aumento de 36,6% nas vendas de notebooks.

A participação dos notebooks no mix total representou mais da metade das vendas da companhia, registrando 52,2% no 4T10.

A companhia vendeu 453,4 mil computadores no mercado de varejo no 4T10, o que representou o maior volume trimestral já registrado neste segmento e corresponde a crescimentos de 5,3% e 25,5% em relação ao 4T09 e 3T10, respectivamente.

Para os próximos períodos, as perspectivas para o mercado são bastante promissoras.

Segundo a última projeção realizada pelo IDC, em 2011, o mercado de varejo brasileiro deverá registrar um crescimento de 15,2% em relação a 2010, e a taxa de crescimento anual composta projetada de 2011 a 2014 será de 13,6%.

Ao longo de 2010, a Positivo Informática entregou 452,4 mil computadores para clientes de governo, um crescimento de 79,8% em relação a 2009.

O destaque em crescimento no 4T10 foi registrado no mercado corporativo. Foram vendidos 28,3 mil PCs nesse trimestre, crescimento de 70,8% e de 73,5% em relação ao 3T10 e ao 4T09, respectivamente.