As vendas de PCs no mercado brasileiro neste ano devem crescer 9% em relação a 2011 e totalizar 16,7 milhões de unidades, de acordo com dados divulgados pela Abinee.

Conforme a Abinee, com exceção de 2009, quando o mercado brasileiro de PCs fechou com o mesmo volume de vendas de 2008, o aumento de 9% projetado para este ano será o menor desde 2004.

Segundo o estudo, a alta representa o mesmo índice registrado no ano passado, quando foram comercializados 15,3 milhões de computadores.

O crescimento fraco é atribuído pela Abinee a uma conjunção de fatores que vão desde a questão cambial, com a sobrevalorização do real frente ao dólar, às mudanças tecnológicas e o boom dos smartphones e tablets.

Do total esperado em vendas para 2012, os desktops responderão por cerca de 6,2 milhões de máquinas e os notebooks e netbooks por 9,1 milhões, o que representa 59% de participação no mercado total de PCs.