Até junho, o Brasil deverá ter os serviços da empresa de aluguel de filmes Netflix.

De acordo com matéria do jornal Folha de S. Paulo dessa sexta-feira, 04, executivos da empresa estiveram recentemente no país para negociar detalhes da operação com parceiros locais, que serão responsáveis pela operação.

Fundada em 1997 nos Estados Unidos, a Netflix oferece vídeos on-demand ou o serviço de entrega pelo correio.

Das duas modalidades, apenas a primeira deve ser praticada no Brasil, diz a Folha.

Concorrência local
Entre os parceiros da Netflix, estão como produtoras de filmes e fabricantes de TV com acesso a Internet.

Uma possível concorrente no Brasil, a Netmovies, foi vendida em dezembro de 2010 pela antiga controladora, a Ideiasnet, ao grupo americano de investimentos Tiger Global Management.

A Netmovies possui um catálogo de 23 mil unidades, além de 3 mil filmes disponíveis para assistir em streaming. Hoje, a Netmovies está presente em sete capitais do sul e sudeste. Uma ampliação para o nordeste está nos planos da companhia brasileira.

Além da Netmovies, a Blockbuster Online também concorre no país, no modelo de aluguel de vídeos em mídias fisicas – DVD e Blu-ray.

No ano fiscal 2009 (último número disponível), a Netflix teve receita de US$ 1,67 bilhão.