André (esquerda) e Pablo, sócios na Krush

A carioca Krush lança um serviço de hotsites para micro e pequenas empresas. A ideia surgiu de uma pesquisa do Sebrae, indicando que 80% das microempresas não tinham um site.

Com R$ 200 mil já captados e outros R$ 600 mil previstos de investimento, a empresa espera chegar a 10 mil sites desenvolvidos em cinco anos, com faturamento de R$ 20 milhões no período.

Hoje, o grupo conta com sete empregados, e deve somar dois novos colaboradores por mês até o final de 2011, com faturamento de R$ 450 mil, mantendo ritmo de crescimento mensal de 30%.

Segundo Pablo São Thiago, um dos sócios da empresa, estabelecimentos ligados à atividade turística  – como restaurantes, hotéis e pequenos comércios – são uma das principais apostas da empresa.

“A gente acha que o serviço vai ser melhor aproveitado por esses empreendedores”, diz São Thiago.

R$ 450 mil em um ano
Os R$ 800 mil já captados  serão destinados a expandir a operação comercial – hoje feita, na sua maioria, porta a porta – e em marketing.

Segundo São Thiago, a empresa tem um plano de três etapas. A primeira, envolve a oferta de hotsites para aumentar a base de clientes. O próximo passo é oferecer novos serviços, como criação e disparo de e-mail marketing.

“Num terceiro momento teremos a administração de campanhas web em Twitter e outras ferramentas”, conta.

Hotsite por R$ 170 ao mês
A Krush oferece hospedagem, registro, e-mail, design e uma atualização de texto e foto mensal pelo período de um ano, além de um relatório do Google Analytics. O preço mensal é de R$ 170. Ao final do contrato, o site é retirado do ar, mas os cliente mantém a posse do domínio registrado.

Os sites ficam prontos em 30 dias. Caso queira atualizações adicionais, são cobrados R$ 30 por mudança no site.

Segundo São Thiago, a mensalidade é uma das barreiras mais fortes à adoção. “As pessoas ficam preocupadas em ficar amarradas”, conta.

Apesar disso, a captação de clientes tem superado as expectativas. Com sede em Niterói, a Krush abriu em outubro do ano passado e conta atualmente com 50 clientes. A meta é ter 300 no fim do ano.

Diferencial competitivo
Perguntado sobre a possível ameaça ao negócio com a simplificação de outras ferramentas gratuitas, como Wordpress e Tumblr, São Thiago destaca que ferramentas gratuitas dificilmente oferecem grande diferenciação, que é o foco da Krush.

“O leigo não consegue fazer isso sozinho (produzir um site diferenciado), e a gente oferece esse serviço”, diz São Thiago.

Completa o time de sócios da Krush o designer André Xavier, que ganhou 12 prêmios de melhor design, branding e direção de arte para internet em vários cases de sucesso.