O e-commerce do Carrefour pode ser multado em até R$ 6 milhões por desrespeitar o Código de Defesa do Consumidor.

Segundo o Procon-SP, que estuda o pedido de multa, a empresa cancelou compras online realizadas no dia 1º de janeiro num saldão com descontos de até 50%. Foram 100 atendimentos em dois dias, diz o órgão de defesa do consumidor.

A maioria das reclamações informa que a loja alegou problemas cadastrais para desfazer o negócio.

Para o diretor executivo em exercício do Procon-SP, Carlos Coscarelli, somente a falta de pagamento pode cancelar a compra.

O Carrefour informa que houve um equívoco nas vendas aprovadas no dia 1º de janeiro, o que provocou um cancelamento automático de um bloco de pedidos.

A empresa teria prometido analisar cada caso e entrar em contato com os clientes este mês.