O Facebook teve lucro líquido de US$ 355 milhões nos primeiros nove meses de 2010, com receita de US$ 1,2 bilhão, segundo uma fonte que recebeu os documentos que o fundo de investimentos Goldman Sachs forneceu a seus clientes.

Segundo informações da agência Reuters, o cenário pode preparar o terreno para a aguardada oferta pública inicial de ações (IPO, em inglês) do Facebook, em 2012.

O resultado para os trimestres está de acordo com projeções divulgadas em dezembro pela agência Bloomberg, indicando que a meta do site era uma receita de US$ 1,5 bilhão, podendo fechar o ano em US$ 2 bilhões.

Apesar do momento, não existe garantia de que a companhia optará por vender ações simplesmente por se sentir obrigada a revelar publicamente seus números.

Na quinta-feira, em Nova York, o banco distribuiu cópias do memorando de investimento privado para capitalização de US$ 1,5 bilhão no Facebook, de acordo com a fonte.

O cliente do Goldman Sachs disse ter recebido, separadamente, um balancete financeiro de seis páginas contendo informações sobre a rede social.

O documento oferece algumas das informações financeiras mais detalhadas que já circularam sobre o Facebook, que o Goldman Sachs recentemente avaliou em US$ 50 bilhões.

"É uma avaliação alta mas não absurda, com base no vislumbre do desempenho financeiro da empresa e no crescimento que ele implica", disse Ryan Jacob, do Jacob Internet Fund.

Maior site de relacionamentos da atualidade, o Facebook ultrapassou o Google pela primeira vez como o site mais visitado nos Estados Unidos durante a maior parte de 2010, superando a página de pesquisa com 8,9% de todas as visitas dos EUA entre janeiro e novembro de 2010.