Foto: Divulgação, svenwerk/Flickr

Sete áreas de embarque de aeroportos do Brasil começaram a oferecer internet sem fio de graça e ilimitada na quinta-feira, 05.

O serviço é oferecido pela TIM nos aeroportos de Recife, Fortaleza, Rio de Janeiro (Galeão e Santos Dumont), Belo Horizonte (Pampulha) e São Paulo (Guarulhos e Congonhas), informa o site G1.

Em Guarulhos, 500 passageiros poderão acessar a internet simultaneamente. Em Congonhas, o limite é de 600 pessoas.

Uma conta: Guarulhos recebeu 29,9 milhões de passageiros em 2011. Supondo que os viajantes fossem ao aeroporto atendendo a uma distribuição normal ao longo das 24h do dia, a cifra resultaria em 3,3 mil passageiros por hora, dos quais 20% poderiam acessar a Internet.

Infelizmente, o número de passageiros às 18h numa véspera de feriado costuma ser bem maior do que às 4h de uma quarta-feira qualquer, o que permite supor que em horários de pico o serviço estará saturado.

A Infraero espera disponibilizar a internet gratuita em todos os aeroportos relacionados à Copa do Mundo de 2014.

Conforme a TIM, os outros aeroportos que devem receber o serviço (Campinas, Confins, Curitiba, Cuiabá, Manaus, Natal, Porto Alegre, e Salvador) ainda não têm data de lançamento.

A operadora participou de uma consulta pública realizada pela Infraero em 2011. A Linktel e NET também deverão oferecer o serviço, mas ainda sem data definida.

As empresas oferecem a banda em troca de anúncios nas salas de embarque e nas páginas de autenticação do serviço.

O Wifi nos aeroportos está chegando tarde e de maneira incompleta, numa comparação feita com a promessa da Infraero no final do ano passado de disponibilizar o serviço em todos os aeroportos brasileiros até março de 2012.

A implementação da conexão gratuita é uma história de atrasos.

Em junho de 2011, a então recém-empossada ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman, afirmou que a conexão começaria a estar disponível em grandes aeroportos a partir do mês seguinte.

A determinação seria da própria presidente Dilma Rousseff.

Em outubro de 2008, a Infraero anunciou que até o final daquele ano 13 aeroportos teriam Internet sem fio gratuita em toda a área do aeroporto.

Burocracia
O sistema implementado pela Infaero conta com uma boa dose de burocracia.

Para acessar a Internet, o passageiro deve preencher um cadastro com informações como nome, sobrenome, RG e passaporte, gerando um login e uma senha de seis dígitos.

Para fechar o processo, é preciso informar o número do cartão de embarque impresso na passagem.

Para acessar o serviço em outra ocasião, o passageiro terá que colocar o e-mail, a senha e o novo cartão de embarque.

O acesso continua valendo para passageiros em conexão, segundo a TIM.