A ministra da Comunicação Social, Helena Chagas, é a mais nova integrante do ranking de representantes públicos a cometer gafes no Twitter.

Nessa quarta-feira, 09, Chagas definiu o ex-presidente Lula, e as lideranças petistas José Dirceu e José Genuíno, como “raça devoradora” em mensagem enviada aos 7,6 mil de seguidores que possui em seu perfil no microblog.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, que divulgou a gafe nessa quinta-feira, 10, a lista incluía outras personalidades da política brasileira e internacional.

“@helenachagas ganhar menos que esta raça devoradora, políticos, como sarney, mubarak, kadaf, buch, lula, dirceu, genuino, me envergonham,que nojo”, dizia a mensagem, retuitada – ou seja, publicada por outro usuário e reenviada por Chagas aos seus seguidores.

A ministra afirmou ao jornal que o retuíte foi feito por “engano” e que não tinha sido proposital. Chagas assumiu o posto em 2 de janeiro, sucedendo o também jornalista Franklin Martins.

Em 15 de fevereiro, o perfil do Supremo Tribunal Federal (STF) publicou a mensagem: “Ouvi por aí: ‘Agora que o Ronaldo se aposentou, quando será que o Sarney vai resolver pendurar as chuteiras?”.

O episódio não só provocou uma retratação pública do órgão como a ameaça demissão da funcionária responsável por atualizar a conta.

Em vídeo no YouTube, Sarney disse que não se importou com a brincadeira.