Tamanho da fonte: -A+A

O grupo italiano AlmavivA abriu no país uma nova empresa focada em plataformas com inteligência artificial para pesquisas baseadas na web 3.0, também conhecida como web semântica.

A Almawave aposta em repetir o bom desempenho obtido pelas operações de contact center no Brasil, que em quatro anos atingiram 8 mil funcionários e expectativa de faturamento de R$ 200 milhões 2010.

“As soluções que chegam agora ao Brasil poderão revolucionar as relações entre fornecedores de bens e serviços com os consumidores brasileiros”, diz Giulio Salomone, que acumula a presidência da Almawave do Brasil e da AlmavivA do Brasil.

As soluções inovadoras da Almawave podem ser usadas por indústrias, redes do varejo, instituições financeiras, operadoras de cartão de crédito e de telefonia móvel e fixa, entre outras empresas.

“Estas novas tecnologias chegam para não só entender, mas principalmente atender melhor as necessidades dos brasileiros nos seus desejos de consumo”, explica o Salomone.

Uma das possíveis aplicações da tecnologia da Almawave é oferecer atendimento automático em canais como chats,  Facebook, Twitter e MSN ou por meio de avatares personalizados em sites na Internet, como os disponíveis no site da previdência social italiana.

O grupo AlmavivA faturou cerca de R$ 2 bilhões em 2008 e mantém 20 mil funcionários  na Itália, Tunísia, Brasil e China.