O presidente Barack Obama quer levar o acesso à internet sem fio para 98% dos habitantes dos Estados Unidos nos próximos cinco anos.

Em plano apresentado nessa quinta-feira, 10, o presidente norte-americano detalho seu plano.

A proposta envolve a liberação de até 500 MHz de espectro wireless, e conta em parte com a oferta voluntária de espectro ocioso por seus detentores, como estações de TV.

Esses espectros seriam então vendidos a operadoras móveis, relata o IDG Now. A expectativa é de levantar 27,8 bilhões de dólares em receita até o fim da década, com as ofertas voluntárias .

O plano de Obama incluiria um investimento único de US$ 5 bilhões para levar a banda larga móvel a áreas que não seriam servidas por provedores comerciais sem que houvesse subsídio, concentrados em tecnologias 4G, explicou a Casa Branca.

Outros US$ 3 bilhões das taxas de leilão de espectro iriam para desenvolvimento e pesquisa.

Obama gastaria US$ 10,7 bilhões para construir uma rede nacional de banda larga para agências de segurança pública, incluindo polícia e bombeiros, reivindicada desde o 11 de setembro.

“Este é um novo século”, disse Obama. “Não podemos esperar que uma economia do amanhã cresça tendo como base uma infraestrutura de ontem.”

Cerca de 90% dos sul-coreanos assinam serviços de banda larga, mas entre os norte-americanos este índice é de apenas 65%.

Leia a matéria completa do IDG Now nos links relacionados abaixo.