ClickOn, Peixe Urbano, Clube do Desconto, Viajar Barato, Imperdível e Oferta Única – alguns dos maiores sites de compras coletivas do Brasil – acabam de fundar o Comitê de Compras Coletivas na Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net).

De acordo com informações do Valor Econômico, o grupo quer criar um código de conduta para a categoria.

"Vamos nos organizar para defender as boas práticas. Hoje há algumas condutas prejudiciais, como ofertas irresponsáveis e spam", afirmou ao jornal Marcelo Macedo, CEO do ClickOn, coordenador do comitê.

Segundo o Valor, já existem no Brasil 1,5 mil sites de compras coletivas, ainda que 85% do mercado fique na mão de cinco grandes players.

As queixas no site Reclame Aqui referentes ao setor já passam de 20 mil em um ano.

Os sites decidiram investir na autorregulação após a apresentação de um projeto na Câmara dos Deputados com regras para o segmento.

Os empresários de compras coletivas não concordam com algumas determinações do PL, como a obrigatoriedade de oferecer call center e o prazo de utilização mínimo de seis meses para as ofertas.