Felipe Milanez, editor da revista National Geographic Brasil, licenciada pela editora Abril, foi demitido nesta terça-feira, 11, por ter feito críticas à Veja em seu perfil no microblog.

O jornalista fez dois comentários sobre a reportagem sobre a Bolívia "A farsa da nação indígena", veiculada na última edição da maior revista do Grupo Abril.

“Veja vomita mais ranso racista x indios, agora na Bolivia. Como pode ser tão escrota depois desse seculo de holocausto?”, comentou Milanez no domingo, 09. “Eu costumava ignorar a idiota Veja. Mas esse racismo recente tem me feito sentir mal. É como verem um filme da Guerra torcendo pros nazistas (sic)”, concluiu o profissonal em outro post.

Em entrevista ao Portal Imprensa, Milanez  se disse surpreendido pela demissão. “Fui bem duro, fiz comentários duros, mas como pessoa; não como jornalista. Fiquei pessoalmente ofendido [com a reportagem]. Mas estou chateado por ter saído assim. Algumas frases no Twitter acabaram com uma porrada de projetos”, lamentou o ex-editor.

O redator-chefe da National, Matthew Shirts, confirmou à reportagem do portal Impresa que Milanez foi demitido pelos comentários no Twitter. "Foi demitido por comentário do Twitter com críticas pesadas à revista. A Editora Abril paga o salário dele e tomou a decisão", disse.