O Google acaba de anunciar que seu algoritmo para indicar resultados em pesquisas de busca na web vai levar em conta a velocidade de carregamento dos sites.

Os engenheiros responsáveis pela mudança, Amit Singhal e Matt Cutts, afirmam que o impacto dessa decisão será pequeno.

Cerca de 1% dos sites deve ter seu ranking afetado pela decisão, afirma a postagem dos engenheiros no blog Webmaster Central.

"Se você ainda não notou qualquer mudança na classificação do seu site, então essa mudança de critério não terá qualquer impacto na avaliação de seu site", afirma o post.